Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Apresentados

À varanda...

Muito embora o dom da ubiquidade ainda não seja exequível, com arte de malabarista lá vou conseguindo ter um pé aqui e outro acolá, ou seja, entre a cidade e o campo, em metamorfoses ímpares e constantes, mas  ainda assim tranquilas. E no meio de todo este vai e vem, há sempre uma varanda à minha espera, com inúmeras tonalidades de verde, que proporcionam sensações fortes e arrebatadoras numa estreita relação com a natureza. Nesta varanda, que permite a extensão do interior para o exterior, sendo completamente resguardada dos olhares indiscretos das casas vizinhas, vive-se em contacto visual permanente com a paisagem natural, e é sempre uma garantia de regresso. Depois, as porcelanas da avó! As porcelanas da avó... que quase com ar cénico, foram transformadas na nova coqueluche da mesa.  E de repente, há tempo para se estar...








     Este amor pela velha porcelana lusa que já aparelhou a casa da avó e agora da mãe, não é recente. Com o passar dos anos o gosto vai-se refinando, e d…

Mensagens mais recentes

Pensar no feminino...

Super cool...

Está-se bem, aqui!

Para uma Páscoa sem complicações...